dedetização
portal dedetização
cadastre sua dedetizadora
anuncie sua dedetizadora
fale com o portal dedetização
 

Escorpião | Escorpiões

biologia dos escorpiões

Escorpiões ou Lacraus são aracnídeos da ordem Scorpiones que habitam nosso planeta desde o período Siluriano, ou seja, há cerca de 400 milhões de anos. Atualmente, existem ao redor de 1.600 espécies de escorpiões, porém somente 25 delas podem causar acidentes escorpiônicos (envenenamento por picada de escorpião). Isso representa aproximadamente 1,5% da diversidade mundial do grupo, portanto apenas um pequeno número de escorpiões causa prejuízo à saúde humana.

» Biologia (saiba mais)

 
 

Habitat dos Escorpiões

habitat dos escorpiões


Os escorpiões geralmente possuem hábitos noturnos e vivem sob cascas de árvores, pedras, fendas de rochas ou buracos no solo, onde descansam e protegem-se dos seus predadores. A maioria das espécies vive no ambiente terrestre como florestas, pastagens ou desertos, porém, algumas vivem em cavernas, zonas entremarés, sobre as árvores ou associadas às bromélias.

» Habitat (saiba mais)

 
 

Reprodução dos Escorpiões

reprodução dos escorpiões


A corte de acasalamento dos escorpiões é complexa, porque envolve uma dança nupcial que pode durar algumas horas. Inicialmente, o macho prende os pedipalpos da fêmea com seus pedipalpos e, juntos caminham no ambiente. Depois, o macho conduz a fêmea até a região onde está depositado seu espermatóforo. O espermatóforo é um órgão que consiste de uma alavanca, haste, aparato de ejeção e um reservatório de esperma que o macho deposita no solo.

» Reprodução (saiba mais)

 
 

Nutrição dos Escorpiões


Para capturar o alimento, os escorpiões permanecem em posição de espera, ou seja, mantêm as pinças dos seus pedipalpos abertas e aguardam a passagem da presa. Então, eles capturam a presa e paralisam-na por meio da inoculação do veneno armazenado no seu ferrão. Paralisada, essa presa é alojada na cavidade pré-oral onde começa o processo de digestão. Inicialmente, esse processo é extra-corporal, sendo o alimento umedecido e degradado por enzimas digestivas regurgitadas pelo próprio animal. Quando o alimento está na forma líquida, ele é sugado para dentro do intestino onde ocorre a digestão propriamente.


Os escorpiões são exclusivamente carnívoros e alimentam-se de invertebrados como cupins, grilos, baratas, moscas, mutucas e pequenas aranhas. Porém, na ocasião de escassez alimentar ou elevada densidade populacional já se observou o canibalismo em algumas espécies. Geralmente forrageiam no período noturno, porém num ambiente infestado cerca de 10% da população procura por alimento mesmo com presença da radiação solar. Mais de 90% do tempo, esses escorpiões permanecem em repouso, com baixo metabolismo, e podem sobreviver pouco mais de um ano sem comer. Além disso, quando se alimentam podem aumentar seu peso inicial em aproximadamente um terço.

 
 

Escorpionismo


Acidente escorpiônico ou escorpionismo é o quadro de envenenamento caracterizado pela picada de escorpiões através de seu aparelho inoculador, conhecido como ferrão.

» Escorpionismo (saiba mais)

 
 

Ações do Veneno Escorpiônico e Quadro Clínico


Os venenos escorpiônicos apresentam uma mistura complexa de componentes e de acordo com a distribuição de suas espécies no país, pode haver uma variação regional nas manifestações clínicas.

» Ações do Veneno Escorpionico (saiba mais)

 
 

Tratamento


O tratamento de acidentes escorpiônicos visa neutralizar o mais breve possível os componentes do veneno, combater os sintomas do envenenamento e dar suporte aos sinais vitais do paciente. Todas as vitimas de picada de escorpião, mesmo em casos considerados leves, devem ficar em observação hospitalar, principalmente as crianças.

» Tratamento (saiba mais)

 
 

Primeiros Socorros em Caso de Acidente Escorpiônico


Algumas recomendações são importantes em caso de acidentes com escorpião.

Conheça as medidas a serem tomadas e outras que não se deve utilizar, pois estas podem prejudicar a recuperação do acidentado:

» Primeiros Socorros (saiba mais)

 
 

Medidas Preventivas


Como já foi citado, o escorpião é um dos animais mais antigos do planeta, sendo muito difícil sua erradicação por inseticidas e outros agentes, já que eles podem sobreviver vários meses sem alimento ou água.

Portanto, o mais importante é a prevenção dos acidentes, que deve ser realizado baseando-se nos hábitos e hábitat do escorpião.

» Medidas Preventivas (saiba mais)

 
 

Curiosidades


- Os primeiros escorpiões eram aquáticos e possuíam brânquias;

- Os escorpiões emitem fluorescência que pode ser observada durante noite e com auxilio de uma luz ultravioleta;

- A menor espécie de escorpião é a Typhlochactas mitchelli que mede apenas 9 milímetros de comprimento e a maior é
  a espécie africana Hadogenes troglodytes, com 21 centímetros;

- Tempo estimado para o movimento da ferroada é de 0,75 segundos;

- O veneno da espécie Androctonus australis pode matar um ser humano entre 6 e 7 horas após a ferroada se não
   tomada nenhuma providência;

- Escorpiões podem viver até 25 anos.

 
 
Saiba mais sobre:
 
       
broca
Barbeiro
broca Traça
carrapato Carrapato
       
marimbondo
Marimbondo
percevejo
Percevejo
tatuzinho
Tatuzinho
tesourinha
Tesourinha
       
percevejo
Caruncho
marimbondo
Pulgões
tatuzinho
Lagarta
       
percevejo
Cochonilha
     
 


 
 
Dedetizadoras - saiba mais sobre a biologia das pragas:
Cupim | Rato | Barata | Formiga | Pombo | Pulga | Carrapato
Mosca | Escorpião | Aranha | Dengue | Broca | Ácaro | Barbeiro | Traça
midia social portal dedetização

Acesso a Área Restrita

© Copyright 2009 - Todos os textos constantes nesse site é de propriedade do Portal Dedetização, sua cópia parcial ou total acarretará em medidas judiciais cabivéis.

Twitter Portal DedetizaçãoFacebook Portal Dedetização