dedetização
portal dedetização
cadastre sua dedetizadora
anuncie sua dedetizadora
fale com o portal dedetização
 
FAQ - Perguntas e Respostas sobre os Ratos
 

- Os ratos vivem em colônias?
Sim. Apesar de existirem espécies com hábitos muito diferentes umas das outras, os ratos vivem em colônias e seu tamanho depende da disponibilidade de alimentos e abrigo.

- Os ratos se acasalam?
Sim. E as fêmeas podem se acasalar com mais de um macho.

- Quantas vezes os ratos se acasalam em vida?
A quantidade de vezes que os ratos se acasalam pode ser contabilizada pelo número de ninhadas por ano, que varia de 4 a 12, dependendo da espécie.

- Existem locais específicos para os ratos se acasalarem?
Os ratos se acasalam na própria colônia onde também constroem seus ninhos.

- Quantos filhotes de ratos são gerados em uma ninhada?
Os “ratos de esgoto” ou “ratazana” (Rattus norvegicus) e de “telhado” (Rattus rattus), os mais comuns, geram de 7 a 12 filhotes por ninhada.

- Os ratos são carnívoros?
Em geral, a escolha da fonte alimentar vai depender da disponibilidade da mesma. Assim, muitos ratos são considerados onívoros, ou seja, em sua dieta podem estar presentes tanto produtos de origem vegetal quanto animal.

- De que se alimentam os filhotes de rato quando nascem?
As fêmeas amamentam seus filhotes recém-nascidos até o 25º ou 28º dia, dependendo da espécie.

- Do que se alimentam os ratos de telhado?
Assim como outros ratos são onívoros, contudo têm maior preferência por legumes, frutas, cereais e insetos.

- Do que se alimentam os ratos de esgoto?
São onívoros e preferem se alimentar de grãos, carnes, ovos e frutas.

- Do que se alimentam os camundongos?
Os camundongos (Mus musculus) têm uma preferência bem peculiar por grãos e cereais.

- É verdade que os ratos de esgoto podem subir pelas tubulações e saírem pelos vasos sanitários? E quando isso pode ocorrer?
Sim. Isso pode ocorrer quando estão procurando por alimento ou abrigo, porém, hoje em dia há dispositivos instalados nos vasos sanitários que, na maioria das construções, impedem o acesso por esta via.

- É verdade que um rato encontrando uma isca ou alimento não vai comê-lo imediatamente?
Sim. Eles apresentam a “neofobia”, isto é, um tipo de medo e desconfiança em relação a objetos e/ou alimentos “novos” que apareçam em seu território. Já em locais que apresentam movimento contínuo de pessoas, objetos ou mercadorias, a neofobia tende a ser menos acentuada ou inexistente.

- As espécies de ratos encontradas em áreas urbanas são diferentes das presentes em áreas rurais?
Devido ao processo crescente de urbanização podemos encontrar as mesmas espécies em ambas as áreas, embora a espécie mais comum de se encontrar em áreas rurais seja o rato de telhado (Rattus rattus). Ele cultiva o hábito de viver usualmente nas superfícies altas das construções como forros, telhados, sótãos e árvores, características mais presentes ainda no ambiente rural.

- Quais os perigos que os ratos causam a lavoura?
Anualmente os ratos inutilizam cerca de 4 a 8% da produção nacional de cereais, grãos, raízes, entre outros. Os perigos estão associados à possível contaminação dos alimentos produzidos na lavoura, pela urina e fezes, quando do ataque direto à lavoura, ou mesmo aos alimentos estocados e transportados de forma incorreta.

- Quais as doenças transmitidas ao homem pelos ratos?
Podem ser transmissores de mais de 200 doenças e dentre as mais importantes estão a leptospirose (pela urina), o tifo ou a peste (pela pulga do rato), e outras bacterioses e viroses por contato ou mordida do animal.

- Os ratos são portadores de ácaros?
Sim. Os ácaros também parasitam ratos.

- Os ratos são portadores de pulgas?
Sim e a espécie mais comum é a Xenopsylla cheopsis, conhecida como “pulga do rato”.

- Os perigos à saúde humana e de animais domésticos estão relacionados ao contato com a urina ou fezes dos ratos?
Tanto o contato direto com a urina quanto com as fezes representam grande perigo à saúde, assim como a mordida ou o contato com o animal, e a manipulação e a ingestão de alimentos que estejam contaminados por suas fezes, saliva, sangue ou urina.

- Os ratos podem matar uns aos outros?
Sim. O número de indivíduos em uma colônia tende a ser determinado pelos fatores alimento, água e abrigo. O comensalismo dos recém-nascidos, isto é, quando ratos adultos se alimentam de filhotes, é um dos mecanismos biológicos usados para a manutenção e controle do número de indivíduos dentro de uma colônia.

- Os ratos escalam paredes?
Sim. Espécies como o “rato de telhado” e o camundongo têm mais facilidade para escalar paredes que os demais.

- Os ratos nadam?
Alguns sim, como o “rato de esgoto” ou “ratazana” que tem membranas interdigitais em suas patas e uma pelagem que não se deixa embeber pela água. Isso facilita sua propulsão na água e lhes proporcionam mais habilidade para nadar.

- Os ratos podem destruir fiação elétrica?
Sim.

- Quais as principais medidas preventivas para evitar os ratos?
Acondicionamento adequado do lixo, por exemplo, em latões tampados ou, se embalado em sacos plásticos, devem ser mantidos longe do solo e em locais mais altos enquanto aguarda-se o dia da coleta. Jardins com gramados curtos, mato cortado, reparos de estruturas como canos quebrados, buracos nas paredes e calçadas e remoção de entulhos também são medidas altamente recomendadas para impedir que sirvam de abrigo para os ratos.

- Os ratos aparecem mais durante o dia ou durante a noite?
Como têm hábitos noturnos são mais vistos a noite, período em que suas atividades são mais intensas.

- Quais os perigos causados ao homem quando da utilização de “chumbinho”?
O chumbinho é uma associação do agrotóxico aldicarbe e outro organofosforado. Sua utilização pode causar intoxicação, tanto para o homem quanto para os animais domésticos, podendo levar ao óbito se não tratada a tempo.

- Quando não há indícios de rato num ambiente é aconselhável desratizar uma área por precaução?
Não, pois a desratização consiste na tomada de medidas que irão depender da situação das condições locais, da identificação do nível de infestação, bem como da espécie de roedor envolvida na questão.

- Quais são os tipos de desratização existentes?
A desratização pode ser realiza por meio de processos mecânicos e físicos (placas adesivas, ratoeiras, armadilhas, aparelhos de ultra-som) ou químicos, onde são utilizadas substâncias denominadas raticidas (em geral, anticoagulantes, que além de serem muito eficazes a baixo custo, possuem razoáveis margens de segurança no uso).

- Como se dá a morte de um rato após uma dedetização?
Os raticidas agem inibindo um dos fatores do mecanismo da coagulação sanguínea; fazendo com que o sangue do roedor não coagula mais e sua morte ocorra em decorrência de hemorragias internas iniciadas pelo próprio raticida. As ratoeiras e armadilhas têm sido inutilizadas devido a forma cruel de eliminação dos animais.

- Os ratos fogem ou atacam quando estão na presença do homem, de cachorro, gatos e outros animais domésticos?
Pelo seu comportamento de “desconfiança” os ratos, em geral, fogem na presença de outros animais e mesmo do homem à sua frente.

- De quanto em quanto tempo o rato defeca?
Não há um período bem delimitado, em especial, quando estão com o intestino repleto a cada 30 minutos, mas o intervalo pode ser bem menor quando sentem-se ameaçados.

- O acasalamento de ratos é somente pelas mesmas espécies?
Sim.

- É verdade que os ratos memorizam os locais por onde passam?
Sim. Eles constroem caminhos para ter fácil acesso à comida e ao abrigo e se familiarizam rapidamente a eles. O odor também é um componente auxiliar importante para promover o reconhecimento de seu abrigo e de indivíduos pertencentes à mesma colônia.

 

As Respostas acima foram fornecidas por:
Patricia J. Thyssen - Bióloga
• Pós-graduada em Entomologia
• Pesquisadora e Professora - UNICAMP

» Voltar

 

 


Assinale abaixo as empresas e solicite um orçamento on-line

Dedetizadora Oriental
ELO Dedetizadora
MOPP PEST CONTROL
Dedetizadoras - saiba mais sobre a biologia das pragas:
Cupim | Rato | Barata | Formiga | Pombo | Pulga | Carrapato
Mosca | Escorpião | Aranha | Dengue | Broca | Ácaro | Barbeiro | Traça
midia social portal dedetização

Acesso a Área Restrita

© Copyright 2009 - Todos os textos constantes nesse site é de propriedade do Portal Dedetização, sua cópia parcial ou total acarretará em medidas judiciais cabivéis.

Twitter Portal DedetizaçãoFacebook Portal Dedetização